Revolução da Impressão 3D a Todo Vapor nas Olimpíadas de Londres

Enquanto encerramos 17 de dias de ação com quebra de recordes com a cerimônia de encerramento das Olimpíadas de Londres hoje, é praticamente impossível não se sentir pelo menos um pouquinho inspirado. Então, saí do sofá e pus os velhos sapatos de correr e a camisa cavada que se ajusta talvez com um pouco mais de conforto em volta do meio do que há uma década. Mas como dizemos em impressão 3D – é a ideia que conta.

De fato, é praticamente impossível não pensar em impressão 3D quando se assiste aos jogos. Há simplesmente muitas áreas em que a impressão 3D já está sendo usada, desde o design do estádio olímpico, passando por equipamento personalizado individualmente que vai espremer até a última gota de desempenho dos atletas, e chegando até mesmo a substituir membros humanos, ajudando amputados a descobrir seu potencial que muitos de nós de outra forma subestimamos.

Aqui está apenas uma pequena amostra de áreas em que a impressão 3D está tomando parte:



Protótipo de Sola de Sapato de Correr em Miniatura – Criado na Impressora 3D de Múltiplos Materiais Objet Connex

Correr – talvez o exemplo mais óbvio de onde a impressão 3D aparece nas Olimpíadas é na criação de sapatos de correr personalizados. O designer francês Luc Fusaro criou uma nova técnica que escaneia o pé do corredor em 3D e imprime em um sapato de correr de uma só peça que pesa apenas 96 gramas! Fusaro afirma que o sapato pode melhorar o desempenho ao correr em até 3,5%.

Outro exemplo na categoria correr foi desenvolvido pela Universidade Loughborough no Reino Unido. Seus pesquisadores desenvolveram cravos de corrida da próxima geração sob medida para atender às necessidades exatas de atletas de elite e aumentar seu desempenho. Personalizando as unidades da sola de cravos de corrida para combinar com as características de atletas individuais, eles conseguiram maximizar o desempenho dos corredores.

Com uma impressora 3D de Múltiplos Materiais Objet Connex, adidas também não é novata no uso de impressão 3D na criação de melhores sapatos de correr – leia a história completa aqui.

Ciclismo – mountain bike nas Olimpíadas deste ano aconteceu em Hadleigh Farm no interior de Essex – uma área conhecida por seus caminhos rochosos estabelecidos entre bosques e grama. Trek Bicycles não são estranhos em terrenos irregulares. Eles usam Material Digital tipo ABS de sua própria impressora 3D Objet Connex 3D para criar peças funcionais que possam ser usadas e testadas direto da impressora 3D em condições de campo reais. Veja o vídeo de Trek aqui e confira este outro vídeo interessante da equipe Subaru Trek Mountain Bike andando em suas Trek bikes no percurso de Hadleigh Farm.



O Percurso de Mountain Bike de Hadleigh Farm

Também no campo de ciclismo – a equipe britânica foi notada por usar capacetes personalizados, feito sob medida para cada ciclista olímpico. Cada um destes capacetes foram baseados em um escaneamento 3D da cabeça do ciclista e depois impresso em 3D para verificar se o capacete final serviria perfeitamente.

Usar impressão 3D para criar equipamento que é personalizado para se adaptar ao formato exclusivo do usuário é, com certeza, o uso óbvio da impressão 3D nas Olimpíadas. Outros exemplos em que isto está sendo usado atualmente ou poderia ser usado incluem raquetes personalizadas para tênis, badminton e outros equipamentos para segurar com a mão.

Próteses – se você ainda não leu a comovente história de Emma, de dois anos, então aqui está uma chance. Emma, nascida com uma desordem rara que trava as juntas de seus braços numa posição estática, foi recentemente adaptada com braços protéticos personalizados – criados com a ajuda de uma impressora 3D. Agora ela pode brincar, colorir e até se alimentar. Mais perto dos jogos, temos a incrível história do sul-africano Oscar Pistorius, que tocou o coração do público e entrou para a história como o primeiro atleta com as duas pernas amputadas a competir nas Olimpíadas.

E enquanto as próteses de fibra de carbono bioprojetadas de Pistorius não são realmente impresas em 3D (ainda levará um tempo para que materiais de impressão em 3D sejam capazes de absorver as mesmas pressões que fibra de carbono), não irá demorar muito para que sejam. De fato, já existem empresas que fornecem próteses personalizadas para amputados que são funcionais no sentido não-esporte-radical.

Natação – um dos destaques olímpicos deste ano foi, com certeza, a natação, com alguns grandes recordes quebrados. Michael Phelps se aposenta das Olimpíadas de Londres e de sua carreira de natação como o atleta olímpico mais condecorado de todos os tempos – provavelmente com alguma ajuda do novo equipamento high-tech sendo desenvolvido. Speedo é uma empresa na linha de frente desta revolução e não é contrária a molhar os pés – usando sua própria impressora Objet 3D para criar o mais recente vestuário aquático high-tech, incluindo óculos de proteção que têm partes transparentes e partes tipo borracha impressas em um único passo. Esta não é a primeira vez que criação da Speedo fez manchete. Nas Olimpíadas de Pequim 2008, 98 por cento das medalhas de natação olímpica foram ganhas por atletas usando Speedo.

Design do Estádio Olímpico – arquitetura é, com certeza, a outra grande área em que a impressão 3D tem conseguido criar uma mudança de paradigma. Conforme Piet Mijs tem documentado em nosso blog de impressão 3D em Arquitetura ao longo das últimas semanas e meses, a impressão 3D é capaz de trazer uma grande vantagem qualitativa e quantitativa a arquitetos acelerando a modelagem de potenciais prédios e estruturas, podendo rapidamente mudar e apresentar esses designs a clientes e integrar de melhor maneira potenciais designs aos ambientes próximos com o uso de plugins impressos em 3D. Este vídeo mostra como o Estádio Olímpico de Londres foi impresso em 3D em cerca de 6 horas, enquanto este vídeo mostra como Fenway Park foi impresso em 3D em um sistema Objet Connex500.



Estádio Fenway Park Impresso em 3D – Impressora 3D Objet Connex

 

Este post também está disponível em: Chinês, Inglês, Japonês, Espanhol, Korean

Deixe um comentário

*