Skylar Tibbits apresenta a impressão 4D na TED2013

Skylar Tibbits, impressão 4D, TED2013

Skylar Tibbits – Foto: cortesia de Ryan Lash/Conferência TED

Skylar Tibbits é um arquiteto, designer e cientista da computação capacitado que atualmente concentra suas pesquisas no desenvolvimento de tecnologias de auto-organização para estruturas de grande escala no ambiente físico.

Skylar, que é também membro sênior da TED2012, apresentou recentemente na TED2013 um novo conceito: impressão 4D – onde materiais podem ser reprogramados para se auto-organizar formando novas estruturas. E parece que isso é só a ponta do iceberg na fabricação com mínimo consumo de energia. (Confira o site dele)

A tecnologia de impressão 3D multi-material da Objet Connex é parte importante de seu trabalho – e está sendo usada amplamente neste novo processo. A tecnologia multi-material Connex da Stratasys permite que propriedades diferentes de materiais sejam aplicadas a cada uma das várias partículas da estrutura criada e que sejam aproveitadas as diferentes propriedades de absorção de água dos materiais para ativar o processo de auto-organização.

Em um post recente do blogue da TED, Hypernatural intelligence: A Fellows Friday conversation with Skylar Tibbits and Suzanne Lee, Karen Eng entrevista Skylar Tibbits a respeito de seu recente trabalho e sobre a dificuldade de tentar criar “vontade” em sistemas sintéticos.

Obviamente, em sistemas naturais isso é inerente — a capacidade de ter uma vontade. Plantas, por exemplo, geralmente tem o desejo de crescerem na direção da luz, e elas geram energia a partir da tradução da fotossíntese, dióxido de carbono em oxigênio, etc. Isso é extremamente difícil de criar em sistemas sintéticos — a capacidade de “querer” ou precisar de algo e saber como se modificar para conseguir aquilo, ou a capacidade de gerar sua própria fonte de energia. Se combinarmos os processos que os sistemas naturais oferecem intrinsecamente (instruções genéticas, produção de energia, correção de erros) com aqueles dos artificiais ou sintéticos (programabilidade de design e modelos, estruturas, mecanismos) possivelmente podemos obter organismos arquitetônicos semi-biológicos e semi-sintéticos.

Dê uma olhada nestes incríveis vídeos que mostram alguns modelos impressos em 4D que se dobram para produzir uma forma organizada sozinhos ao serem colocados em água: 4D Printing: Cube Self-Folding Strand (Impressão 4D: filamento auto-organizador em cubo) and 4D Printing: MIT Self-Folding Strand (Impressão 4D: filamento auto-organizador em MIT)

Cobertura adicional da TED2013:

Este post também está disponível em: Inglês, Francês, Espanhol

Deixe um comentário

*