Pranchas de windsurf impressas em 3D personalizadas para seu estilo

Shanon Marks começou a velejar quando ainda era criança e a fazer windsurf quando tinha apenas 12 anos de idade. Tendo sido criado em Long Island, New York, Shanon velejou pela costa da Nova Inglaterra com sua família. Agora morando em Chicago, sua paixão pela vela e pelo surfe – e por tornar esses esportes acessíveis a todo mundo – ainda está crescendo.

No final de 2012, Shanon fundou a MADE LLC. Sua missão: não somente tornar o windsurf acessível e viável a todos, mas também torná-lo mais fácil para seus praticantes. A MADE LLC fornece pranchas de windsurf personalizadas construídas especialmente para o tamanho, estilo e condições de cada cliente. A peça fundamental da estratégia da empresa é a impressão 3D, com uso de um sistema de produção 3D Fortus 900mc top de linha da Stratasys.

made boards, shanon marks

Construída para sua forma de uso

"Em vez de tentar descobrir qual prancha deverá usar, você estará na água se divertindo!”

– Shanon Marks, fundador das pranchas MADE

Mesmo havendo várias vantagens com a impressão 3D das pranchas de windsurf, como os custos mais baixos e a redução do desperdício, o benefício mais emocionante é a "personalização em massa" – a produção de pranchas personalizadas ao nível de produção em massa.

Hoje, o windsurfistas novatos tentam escolher a prancha mais adequada ao seu tamanho em particular, peso, técnica de surfe, condições climáticas esperadas e outros. As MADE SmartBoards™ são projetadas com base em um grande conjunto de detalhes específicos para o windsurfista, talhando a prancha as necessidades de cada um.

Como funciona?

3d printed windsurfing board

Um windsurfista entra na água com a sua prancha impressa em 3D, já acabada.

Os surfistas baixam o aplicativo de acompanhamento de análise de desempenho MADE chamado VOLUME em seus smartphones (Android ou iOS). O telefone é acondicionado em um estojo à prova d'água e vestido durante a prática do windsurf. No decorrer de alguns dias, o aplicativo coleta os dados de desempenho do windsurfista e faz as referências cruzadas com outros detalhes, incluindo a data, velocidade e direção do vento, altura, velocidade e direção da onda, pressão barométrica, altitude e água doce contra água do mar. Esses dados influenciam na construção exata da prancha personalizada única.

Melhor para o ambiente, também

Ao imprimir pranchas de windsurf em 3D, a MADE está reduzindo o impacto ao meio ambiente. De acordo com Shanon, a produção tradicional de pranchas pode ser uma indústria com muito desperdício, com aproximadamente 60% da espuma do corpo da prancha sendo descartada durante o processo de modelagem. Embora sua produção ainda exija fibra de vidro e poliestireno, a fabricação aditiva minimiza a quantidade de material usado – e descartado.

Por que a Stratasys?

windsurfing, made boards

Pegando onda com uma prancha de projeto personalizado e impressa em 3D

Quando perguntamos a Shanon por que ele se decidiu pela Stratasys e pelo sistema de produção 3D Fortus 900mc, ele citou dois fatores – tecnologia e pessoal.

A Fortus 900mc cria peças de tamanho até 914 x 610 x 914 mm (36 x 24 x 36 pol.). As pranchas são construídas em seções e depois unidas entre si. A grande bandeja de impressão limita o número de execuções necessárias, reduzindo o custo de produção. Uma prancha típica de 7 ou 8 pés de comprimento é construída em três seções, gastando-se em torno de 30 horas cada. Cada união leva uma hora a mais, e o tempo total de preparação é de apenas 20 minutos.

Shanon afirmou que os materiais disponíveis são um elemento crítico para o design, estabilidade e durabilidade das pranchas MADE. A MADE usa atualmente material plástico ABS-M30 de categoria de produção da Stratasys (dentre as atuais nove opções de material da linha Fortus).

Tendo escolhido inicialmente a Stratasys para suas impressoras 3D, sistemas de produção 3D, materiais e tecnologias, Shanon afirma que a equipe tem sido "maravilhosa, tendo acrescentado muito". Rob Winker, um engenheiro sênior de aplicações na Stratasys, ajudou Shanon com sua prancha protótipo. Winker o conduziu através de todo o processo, e hoje Shanon considera-o não somente parte integral da equipe MADE, mas também "parte de nossa família".

“Devemos todo o nosso progresso até hoje à Stratasys. Eles forneceram a estrutura interna para a primeira prancha. Eles nos ajudaram no decorrer de todas as armadilhas de engenharia que encontramos. E eles foram um parceiro que nos apoiou durante todo o processo.”

Este post também está disponível em: Chinês, Inglês, Francês, Japonês, Espanhol, Korean

Deixe um comentário

*