Apresentação de Scott Crump: Impressão 3D - Da Ferramenta de Prototipagem à Fábrica do futuro

O futuro da impressão 3D é infinito. A única limitação é sua imaginação.

Scott Crump, CEO e CIO da Stratasys, falou no TCT Show & Personalize 2013 ontem pela manhã sobre a impressão 3D e discutiu exatamente como ela está influenciando a indústria manufatureira. Com mais de 20 anos de história, o TCT Show em Birmingham, Inglaterra, é o principal evento de manufatura aditiva do Reino Unido.

scott crump, tct 2013, keynote, 3d printing

Scott Crump, CEO e CIO da Stratasys com a palavra no TCT Show & Personalize 2013

Em sua apresentação, Crump afirmou que o sucesso da impressão 3D não está na substituição dos métodos tradicionais de manufatura, mas sim por ser uma tecnologia de capacitação que desempenha um papel importante na mudança de comportamento do consumidor, ajudando a dar vida a ideias e a expandir as ofertas de manufatura. Fundamentalmente, Crump acredita que a impressão 3D está mudando o mundo de desenvolvimento e manufatura de produtos ao criar muitas novas oportunidades e aplicações.

Aqui estão alguns trechos da apresentação:

"A impressão 3D para fins de produção está decolando e se tornará indispensável para mudar a manufatura da forma como a conhecemos. Com o tempo, ela se tornará uma ferramenta amplamente usada que complementará os processos tradicionais de moldagem, maquinaria, fundição e fabricação."

"As aplicações de manufatura que usam manufatura aditiva, há cerca de 15 anos em evolução constante, verão uma adoção significativa em conjunto com novas tecnologias e novos materiais. O crescimento aumentará substancialmente nos próximos cinco a dez anos, e é aqui que veremos novas práticas serem incorporadas à cultura manufatureira."

Impressão 3D: Uma revolução

"O maior ativo da impressão 3D é que ela é uma tecnologia de capacitação, oferecendo ao consumidor uma ferramenta que dispensa habilidades prévias para produzir obras de arte, joias, novidades e peças de reposição."

"Não importa se a peça é ornamental ou funcional, orgânica ou geométrica, bruta ou pintada. Ela é, por definição, manufatura de peças de uso final. Desde que a intenção seja usar ou vender, e não validar, o consumidor agora está fabricando. Assim, a manufatura já chegou aos lares."

Um novo ecossistema para os consumidores

"Os consumidores têm um papel importante no mercado, e novos destinos online, como o Thingiverse, um site de compartilhamento de conteúdo digital da MakerBot, e a Shapeways, são importantes colaboradores que ajudam a modificar o comportamento dos clientes."

"Os consumidores terão uma seleção de produtos sem precedentes e a opção de imprimir em 3D eles mesmos ou de deixar que outras pessoas cuidem da manufatura. Os criadores não precisam mais batalhar por espaço valioso nas prateleiras ou buscar capital para iniciar a fabricação – estamos em uma época de transformação."

Fabricando o futuro

"O mercado de consumo será grande, mas o mercado de manufatura industrial será muito maior. Esse mercado é dividido em dois segmentos: manufatura aumentada, em que a impressão 3D produz as ferramentas de manufatura utilizadas, e manufatura alternativa, onde a impressão 3D produz o item ou peça de uso final."

"Provavelmente vocês não lerão sobre a manufatura aumentada na mídia porque ela não é tão sedutora. Ela não tem o componente de "espanto" causado por uma história como a impressão de peças de motores a jato em 3D. Estou falando sobre todos aqueles auxílios à manufatura espalhados por seus setores de produção: gabaritos, fixações, organizadores, proteções, guias e modelos."

"Ao usar sua impressora 3D, você pode produzir esses itens de baixo risco e potencialmente compensadores agora mesmo e colocá-los em serviço amanhã. Isso pode ser feito diretamente pelo engenheiro de produção. Considere tudo o que é necessário para maquinar um acessório ou organizador e compare com a facilidade, simplicidade, velocidade e eficiência da impressão 3D. É por isso que faz sentido."

"Algumas empresas estão apenas começando a usar manufatura aumentada; outras, como a BMW, já aproveitam seus benefícios há 10 anos."

 

tct scott crump keynote

Fala de Scott Crump, CEO e CIO da Stratasys no TCT Show

Fornecendo o que a manufatura tradicional não é capaz de oferecer

"A impressão 3D é considerada uma substitua realista à manufatura alternativa em uma ampla gama de indústrias. No entanto, o crescimento virá das aplicações em que os métodos tradicionais não são mais práticos, e onde a impressão 3D é um processo mais eficiente. Uma capa para telefone celular é um exemplo perfeito do reconhecimento do que a impressão 3D pode fazer e um exemplo do seu valor ao eliminar moldes, operações de moldagem por injeção, uma etapa de montagem e todas as despesas relacionadas à estocagem de peças."

"A oportunidade é real quando as necessidades são compatíveis com o que a impressão 3D pode oferecer ou, em alguns casos, quando a manufatura tradicional é simplesmente incapaz de atender."

Educação para o futuro

"Um dos estímulos de crescimento da impressão 3D será cada vez mais o ensino, e isso trás dois importantes benefícios. Primeiro, todo estudante exposto à impressão 3D entrará no mercado de trabalho com a expectativa de que ela estará disponível e sabendo o que ela pode fazer pelo design e manufatura de produtos. Segundo, ela inspira os jovens a considerarem cursos e carreiras em ciências e engenharia."

"A impressão 3D pode colocar a manufatura sob uma luz diferente e cativante – ajudando a eliminar o estigma de um trabalho confuso e repetitivo quando você está em busca de uma carreira. Talvez a reposta seja reviver as aulas práticas e as aulas tradicionais do passado, mas com foco na impressão 3D."

A revolução industrial secreta

"A impressão 3D está crescendo ao redor de todos nós e provavelmente estamos falando de uma revolução industrial secreta em que progresso e inovação estão ocorrendo longe de nossos olhos. Boas aplicações podem ser muito mundanas e algumas empresas podem preferir evitar os holofotes públicos para manter suas vantagens competitivas.

"Assim, para todos os céticos e visionários, e todos aqueles entre eles, sugiro fortemente que, se não estiverem preparados para agir, pelo menos comecem a planejar e programar seu futuro com a impressão 3D, pois o futuro da impressão 3D é infinito. A ÚNICA limitação é sua imaginação – a imaginação de todos nós nesta sala."

 

Este post também está disponível em: Chinês, Inglês, Francês, Japonês, Espanhol, Korean

Deixe um comentário

*