Stratasys Blog

Termoplásticos impressos em 3D versus metal: Porque a Volvo Caminhões escolheu a Manufatura Aditiva para 30 ferramentas de montagem de motor

Tem que ser forte e eficiente para ser um motor de Caminhão Volvo. Estes ícones superconfiáveis de inovação automotiva são construídos para longas distâncias com o máximo de produtividade. As ferramentas de fabricação e montagem usadas para construí-los também têm que ser fortes e eficientes. Por isso, a Volvo Caminhões está produzindo mais de 30 ferramentas usando a Manufatura Aditiva Stratasys, reduzindo o prazo de entrega de ferramentas em mais de 94%!

Assembly line tools produced by Volvo Trucks with Stratasys’ FDM 3D printing technology include this durable, yet lightweight punching tool
As ferramentas da linha de montagem produzidas pela Volvo Caminhões com a tecnologia FDM de impressão 3D da Stratasys inclui esta durável, porém leve, ferramenta de perfuração

Anteriormente estas ferramentas eram produzidas em metal usando métodos tradicionais de fabricação. Pierre Jenny, diretor de produção da fábrica de motores da Volvo Caminhões em Lyon, na França, relata que o tempo necessário para projetá-los e fabricá-los caiu de 36 para apenas dois dias usando a manufatura aditiva com o Sistema de Produção 3D Fortus Stratasys e o material termoplástico ABSplus.

Estes ganhos de tempo importantes também estão melhorando a eficiência e a flexibilidade geral da unidade de produção, ajudando a cumprir prazos de entrega enquanto reduz desperdícios e custos. Jenny calcula que, onde são necessárias ferramentas customizadas ou em pequenas quantidades, o custo total de itens impressos em termoplástico ABS – em alguns casos – pode chegar a US$1,13 por 0,06 polegadas cúbicas(1€/cm3), comparado a até US$113 por 0,06 polegadas cúbicas (100€/cm3) se o mesmo item fosse feito de metal.

This Stratasys 3D printed hose holder (in gray) is used to maintain the position of an engine hose during engine assembly by the production line operator. These 3D printed tools are designed and produced 94% faster than before.
Esta alça para mangueira impressa em 3D Stratasys (em cinza) é usada pelo operador de linha de montagem para manter a posição de uma mangueira de motor durante o processo. Estas ferramentas impressas em 3D são projetadas e fabricadas 94% mais rápido que antes.

“A impressão 3D da Stratasys teve um impacto incrível na forma como nós trabalhamos”, disse Jenny. “A possibilidade de produzir virtualmente uma variedade ilimitada de ferramentas funcionais em tão pouco tempo não tem precedentes e nos permite ser mais experimentais e criativos para melhorar o fluxo de trabalho de produção”.

A Volvo Caminhões comprou seu Sistema de Produção 3D Fortus do revendedor da Stratasys CADvision e, em um período de três meses, já tinha imprimido em 3D mais de 30 ferramentas diferentes de produção, incluindo uma variedade de braçadeiras duráveis, porém leves, gabaritos, suportes e até mesmo cabos de ferramentas ergonomicamente desenhados para garantir um ambiente de trabalho mais organizado para os operadores.

“Nós estamos trabalhando no setor da indústria pesada, por isso a segurança é um ponto crítico naturalmente. Até agora, todas as peças que imprimimos em 3D mostraram-se 100% funcionais“, comentou Jean-Marc Robin, Gerente Técnico da Volvo Caminhões. “Isto é fundamental, do ponto de vista prático, mas também promove confiança entre os operadores e elimina qualquer noção tradicional de que tudo tem que ser feito em metal para funcionar adequadamente”.

De acordo com Robin, desenvolver ferramentas de produção usando manufatura aditiva também permite que a equipe de desenho de equipamento seja muito mais rápida e evite possíveis desperdícios caso um projeto urgente sofra alterações antes de as ferramentas serem feitas.

Using Stratasys additive manufacturing technology, Volvo Trucks has reduced turnaround times on certain clamps, jigs and supports from 36 days to just two days.
Ao usar a tecnologia de Manufatura Aditiva Stratasys, a Volvo Caminhões reduziu o prazo de entrega de certas braçadeiras, gabaritos e suportes de 36 para apenas dois dias.

“A natureza ágil e econômica da manufatura aditiva significa estarmos muito menos restritos do que éramos seis meses atrás, permitindo-nos melhorar constantemente nossos processos”, explica Robin. “Nossos operadores agora podem pedir à nossa equipe de impressão 3D para desenvolver uma braçadeira ou ferramenta de suporte customizada para auxiliar em um problema específico que eles podem ter na linha de produção. Do ponto de vista de tempo e custo, isto é impensável com as técnicas tradicionais”.

“Além disso, nos raros casos em que uma especificação do projeto de uma ferramenta tradicionalmente fabricada em metal esteja imprecisa, o longo e caro processo de desenho e fabricação teria que ser reiniciado. Com uma peça impressa em 3D, nós podemos simplesmente alterar a especificação do projeto e reimprimir a peça em 3D em apenas algumas horas“.

A fábrica de motores da Volvo Caminhões produz diversos tipos e tamanhos de motores para o Grupo Volvo, incluindo a Renault Caminhões, que o grupo comprou em 2001.

Este post também está disponível em: Inglês Alemão

Michael Swack

Add comment

Archived Posts

Subscribe to Our Mailing List

Subscribe to Our Mailing List