Cirurgiões identificam tumores renais com modelos coloridos impressos em 3D

Representando um avanço significativo no planejamento de procedimentos cirúrgicos complexos, a impressão 3D colorida, multimaterial da Stratasys está sendo cada vez mais empregada para ajudar cirurgiões a tratarem uma variedade de situações, de má formação cardíaca e prótese de quadril a tumores cerebrais.

Using Stratasys’ transparent VeroClear material enables  Dr. Bernhard to see inside the kidney and estimate the specific location and depth at which the tumor resides
O uso do material transparente VeroClear da Stratasys permite que o Dr. Bernhard veja dentro do rim e estime a localização e profundidade específica de onde o tumor está

No Departamento de Urologia e Transplante de Rim do Hospital Universitário (CHU) de Bordeaux, na França, os médicos estão usando modelos durante o planejamento pré-cirúrgico. As operações implicam na remoção complicada de tumores renais e os modelos ajudam os cirurgiões a executar a cirurgia de transplante renal de forma precisa e bem sucedida, além de melhorar os resultados para o paciente. Os modelos impressos em 3D são também utilizados no treinamento cirúrgico, bem como para melhorar a comunicação para os pacientes.

O processo cirúrgico avançado, que utiliza uma combinação de modelos impressos em 3D transparente e coloridos da impressora 3D colorida e multimaterial da Stratasys, a Objet500 Connex3, está sendo o pioneiro no hospital francês. De acordo com o cirurgião Jean-Christophe Bernhard, o  CHU é um dos primeiros no mundo a implementar a tecnologia de impressão 3D multicolorida e multimaterial da Stratasys para casos complexos de remoção de tumor renal.

“Ter um modelo 3D impresso composto pelo tumor renal do paciente, principais artérias e vasos sanguíneos – cada uma com uma cor diferente – fornece um quadro preciso do que nós veremos durante a operação”, diz Bernhard.

A habilidade de visualizar a localização específica de um tumor em relação a estes outros elementos, tudo em três dimensões, facilita muito nosso trabalho e não é algo que facilmente se consegue com uma digitalização 2D”.

Aumentando a oportunidade da cirurgia de transplante renal

De acordo com Bernhard, a visão clara oferecida pelo modelo 3D impresso pode aumentar a habilidade de se realizar uma cirurgia de transplante renal precisa e bem sucedida. O planejamento pré-cirúrgico ajuda na identificação e evita danos aos delicados vasos sanguíneos e artérias próximas que podem ser necessárias para a remoção completa do rim. Transplantar o rim do paciente é importante porque reduz as chances de sofrimento subsequente causado pela doença renal crônica.

“A tecnologia de impressão 3D tem efetivamente anunciado um novo amanhecer”, diz Bernhard. “Uma digitalização nos dá uma boa informação, mas é em 2D. Compete ao cirurgião reconstruir mentalmente o volume do tumor em 3D e estimar a localização dentro do volume total do rim. O mesmo processo precisa ser feito para entender claramente as relações entre o tumor, os vasos sanguíneos (artérias e veias) e o sistema de coleta. Como você pode imaginar, isto é complicado e consome muito tempo do cirurgião.

For Dr. Bernhard, the only thing more accurate than a multi-material color 3D printed model of a patient’s kidney is the patient’s kidney itself
Para Bernhard, a única coisa mais precisa que o modelo multimaterial colorido impresso em 3D de um rim de um paciente é o próprio rim do paciente

“Em contrapartida, ter um modelo do rim impresso em 3D em suas mãos que corresponda especificamente ao do paciente que você irá operar, literalmente oferece uma visão sob uma nova perspectiva. A única coisa mais precisa é o do próprio paciente”.

O CHU de Bordeaux utiliza três materiais de impressão 3D PolyJet da Stratasys: transparent VeroClear para mostrar a massa volumétrica do próprio rim, vermelho para as artérias e amarelo para o trato excretor. O vermelho e o amarelo são misturados durante o processo – capacidade única do multimaterial da Stratasys – para produzir a importante cor laranja do tumor.

“O material transparente da Stratasys é de fundamental importância, pois nos permite ver o interior e estimar a profundidade na qual o tumor reside”, diz o Bernhard. “Isso nos permite ver as artérias e as cavidades que coletam a urina, de modo que possamos verificar se alguma artéria está tocando o tumor. Nós precisamos remover o tumor, mas não ao preço de outro elemento vital que conjuntamente permite que o rim faça seu trabalho. Encontrar este equilíbrio é muito mais fácil graças à impressão 3D”.

Bernhard também acredita que o uso dos modelos impressos em 3D não estará restrito às cirurgias renais; ele também os vê sendo usados igualmente para qualquer cirurgia de transplante de órgãos.

Treinando os cirurgiões de amanhã

As soluções de impressão 3D da Stratasys também fortalecem as capacidades do CHU do ponto de vista da instrução. Para Bernhard, isso é um benefício fundamental da impressão 3D e um dos que ele vê trazendo um grande impacto a indústria da medicina a longo prazo.

“Eu acredito que esta tecnologia será um grande condutor na construção do futuro do ensino e treinamento cirúrgico”, ele afirmou. “Ter acesso ao modelo impresso em 3D completamente idêntico ao qual você irá operar, não somente permite que você treine a si mesmo sobre a operação, mas também aumente sua capacidade de transmitir com precisão os procedimentos cirúrgicos aos estudantes – que, naturalmente, serão os cirurgiões de amanhã”.

Mais tranquilidade ao conhecer melhor o paciente

Outro grande benefício para o CHU de Bordeux e o médico Bernhard é a possibilidade de utilização dos modelos impressos em 3D para explicar com mais facilidade os procedimentos aos pacientes antes da cirurgia, consequentemente trazendo maior tranquilidade.

“Descrever a remoção de um tumor renal com uma digitalização 2D ou um diagrama, invariavelmente deixa a maioria dos pacientes perplexos”, ele explica. “Apresentando a eles um modelo impresso em 3D, que claramente mostra o tumor, os acalma e permite que os pacientes compreendam exatamente o que vamos fazer. Inclusive, pesquisas dos questionários de pacientes mostram que ter o modelo impresso em 3D aumenta sua compreensão sobre a cirurgia em mais de 50%, que é um benefício considerável em termos gerais no cuidado com o paciente”. (1)

Comentando sobre o uso da tecnologia de impressão 3D no hospital, Scott Rader, gerente geral de Soluções Médicas da Stratasys, diz, “Colocando exatamente o que o cirurgião precisa ver em suas mãos, o uso pioneiro da tecnologia de impressão 3D multimaterial colorida no CHU de Bordeaux mostra sua capacidade de melhorar as operações por meio da redução das complexidades, tornando o papel do cirurgião mais fácil. Além disso, melhorando os procedimentos desta forma, a perspectiva da cirurgia conservadora do rim aumenta, resultando em uma consequência muito mais favorável para os pacientes”.

O Hospital Universitário (CHU) de Bordeaux na França junta-se à enxurrada de histórias de modelos cirúrgicos impressos em 3D, incluindo o modelo de coração da Mia Gonzalez de 5 anos, o uso de modelos de coração infantis pela organização sem fins lucrativos OpHeart e os moldes em 3D de implante orbitais para fraturas orbitais (órbita ocular)

(1)   Bernhard JC, Isotani S, Matsugasumi T, et al. Personalized 3D printed model of kidney and tumor anatomy: a useful tool for patient education (Modelos personalizados impressos em 3D da anatomia de um rim e tumor: uma ferramenta útil para a educação do paciente). World J Urol. 2015 Jul 11.

Este post também está disponível em: Inglês

Deixe um comentário

Comment
Share This